Do vento

E há gente que não gosta do vento. Porque os despenteia, porque dificulta o que fazem, porque...o raio-que-parta-pela-57ª-vez-escrito-neste-"blog".
Eu gosto.
Gosto de senti-lo soprar-me o cabelo e beijar-me a generosa cicatriz que desde miuda se esconde numa franja pouco farta..Gosto. Quando não há ninguem por perto, mato-lhe a curiosidade e deixo que a descubra... e que liberdade!..sabe bem, o vento.




*foto de Bruno Rua



Às vezes ouço passar o vento; e só de ouvir o vento passar, vale a pena ter nascido. Fernando Pessoa.

Sem comentários:

Enviar um comentário